ECONOMIA FISCAL E INOVAÇÃO

Aqui no blog você se informa sobre tudo o que compete ao universo fiscal: alterações legislativas e normativas, obrigações acessórias, regimes especiais, jurisprudência, e muito mais.

Qual a diferença entre captação reembolsável e não reembolsável?

Quando um negócio decide investir em P&D, ele se vê com diversas possibilidades de investimento, o que pode deixar a escolha mais difícil. Ao pesquisar os editais, os termos “reembolsável” e “não reembolsável” aparecem diversas vezes. Mas você sabe o que muda de um para o outro e quais são os exemplos de financiamento possíveis nos dois? Descubra aqui!

FINANCIAMENTO REEMBOLSÁVEL

Nesta modalidade, o investimento pode funcionar como forma de empréstimo, ou seja, o crédito precisa ser devolvido de alguma forma. A Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), por exemplo, oferece esta possibilidade com recursos próprios, provenientes do Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (FNDCT) e do Fundo para o Desenvolvimento Tecnológico das Telecomunicações (FUNTTEL).

Para essa opção, é comum a utilização da Taxa de Juros a Longo Prazo (TJLP), calculada de acordo com a meta de inflação anual e um prêmio de risco. Você pode acompanhar o histórico da TJLP no site da Receita Federal. O financiamento reembolsável não exige a entrada em editais, estando com as linhas abertas o ano inteiro.


FINANCIAMENTO NÃO REEMBOLSÁVEL

Muito procurado pelas empresas atualmente, não exige qualquer retorno monetário, o que tem atraído diversos negócios para esta possibilidade. Além da Finep, a Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (EMBRAPII), o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social, através do Fundo Tecnológico (BNDES/FUNTEC) e a Agência de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco (AD Diper) também são adeptos da modalidade.

Para as empresas terem acesso ao investimento, é necessário que participem de editais e atendam aos requisitos determinados. Neste caso, é recomendado se atentar a todas as novidades em nosso blog.

Às vezes, ao pensar nas possibilidades de investimento para a sua empresa, você pode ficar confuso sobre em qual poderia se encaixar para ter os melhores benefícios. Para isso, você pode contar com a equipe da GT Consultoria! Com um time multidisciplinar, as diferentes visões sobre o seu negócio irão mostrar o melhor tipo de financiamento para você, te tornando cada vez mais competitivo no mercado. Entre em contato conosco e agende já uma consultoria!

1 Comment

  1. O que é a FINEP e como sua empresa pode obter benefícios - GT Consultoria
    09/11/2020

    […] captação reembolsável e não reembolsável. Você pode descobrir a diferença entre os dois no texto disponível em nosso blog. Empresas de todos os tamanhos e segmentos, desde que trabalhem com inovação e sejam brasileiras, […]

Comments are closed.